Outdoors > 02 fotografias de família montadas em painéis publicitários (7 x 3 m cada)

Minha avó brasileira no mar do Caribe, 1982
av. profesor ricardo balbín 4.000, buenos aires, argentina
Os avós romenos de minha namorada na Coreia do Norte, 1975
av. independéncia 1.475, buenos aires, argentina





                Ocidente / Oriente é uma obra fortuita que consiste no confronto de duas imagens encontradas em diferentes álbuns fotográficos: um de minha própria família, e outro da família de minha ex-namorada.

                Para além de uma mera analogia formal (horizonte, tons de azul etc.) ou comparação sociológica (qualidade de vida, costumes etc.), essas imagens apontam para a persistência das grandes ideologias que marcaram o século XX, até mesmo nas mais insuspeitas das atividades, como o turismo. E isso, apesar de sua dissimulação diária, promovida por diversos mecanismos publicitários que veiculam a ideia de “viagem” como uma espécie de válvula de escape da vida cotidiana, como uma fuga das cidades. 

                Porém, como nos revelam nossos próprios álbuns fotográficos, o turismo está em realidade conectado à organização do mundo do trabalho e compartilha de suas mais importantes consequências políticas e sociais. 

                Essa parece ser a razão pela qual, em seus merecidos dias de descanso, as famílias capitalistas brasileiras tendem a preferir sair de férias em cruzeiros pelo Caribe, e as famílias comunistas romenas, por sua vez, espairecer na tranquilidade de uma praia isolada na Coreia do Norte.







Montagem da obra nas galerias Sancovsky e Zipper, São Paulo, 2016
> vinil adesivo sobre vidro (aproximadamente 5 x 2,5 m cada)





  créditos
registros fotográficos outdoor Lihuel Gonzalez
registros fotográficos indoor
André Turazzi